Aleph

Yakup Girpan
15min00s | França | 2010 | Experimental

Compartilhar

Adicionar à lista

Cotação
Clique nas estrelas para avaliar o filme:
URL:
Embed:

Sinopse

Aleph é um andarilho incansável que erra entre dois mundos: o visível e o invisível. Através do buraco de uma árvore, uma tartaruga observa uma mulher adormecida. Aleph toma a forma de um ritual de iniciação, em uma procura por lugares mágicos e assombrados. Sombras, fogo e vento.

Ficha técnica

direção Yakup Girpan
produção Le Fresnoy, Studio national des arts contemporains
edição Yakup Girpan
roteiro Yakup Girpan
música Remi Laviallle
elenco Yakup Girpan, Chloé Soldani

Sobre o diretor

Yakup Girpan

Girpan nasceu em 1978, em Sandikli, na Turquia. Estudou em Estrasburgo e no importante centro de formação artística de Le Fresnoy, em Turcoing. Atualmente vive em Lille, na França. Filmografia: 2007 | Zozan. 2009 | Trace(s).

Veja outros

Paroles

Assista ao vídeo

Taba

Assista ao vídeo

Bicycle

Assista ao vídeo

Deafness

Assista ao vídeo

Blue Desert

Assista ao vídeo

Comentários

Tête Tavares [membro do júri]

08/01/2012 21:10:05

Aleph: concordo com os que acharam o filme hermético demais.

Paulinho Saturnino Figueiredo [membro do júri]

08/01/2012 18:04:43

Aleph: concordo com que disse: difícil!!! papo ultra cabeça para espectadores pacientes muita bonita a sequência dos corpos ao vento. grande interpretação da tartaruga...

João Dudená [membro do júri]

08/01/2012 13:01:23

Aleph: separados pelo mesmo mundo!

Patricia Moran [membro do júri]

05/01/2012 20:20:41

Aleph: muitos lugares comuns. do aleph de borges o nome.

Marcelo Bressanin [membro do júri]

04/01/2012 16:23:23

Aleph: bem estranho. quase sem ritmo e sonorização impressionantemente bem executada. mas não me convence: um mapeamento simbólico pouco claro, que não se deixa perceber, e coloca o observador numa situação difícil demais. hermético demais.

Roberto Moreira dos Santos Cruz [membro do júri]

02/01/2012 16:38:31

Aleph: natureza como lugar surreal. acho os personagens um tanto quanto simbólicos... poderiam estar mais bem identificados. o tom poético agrada.

Cássio Brasil [membro do júri]

02/01/2012 15:38:21

Aleph: difícillllll !!!!!

Marcus Bastos [membro do júri]

31/12/2011 17:55:04

Aleph: ritmo etnográfico e olhar de fábula, em combinação incomum. bem realizado.

Sávio Leite [membro do júri]

20/12/2011 21:39:56

Aleph: belas paisagens, excelente som. ja vi trabalhos melhores do le fresnoy

Abelmon Bastos

09/12/2011 18:22:52

Aleph: um pertence ao mundo invisível do outro ou os dois pertencem ao nosso mundo invisível? longas tomadas, mas todas inspirativas. bacana!! :)

Elisa Resende [membro do júri]

04/12/2011 20:17:26

Aleph: belas imagens. uma fábula visual. é inevitável lembrar do aleph da literatura de jorge luiz borges. "(...) senti vertigem e chorei porque meus olhos haviam visto esse objeto secreto e conjetural, cujo nome os homens usurpam, mas que nenhum homem jamais olhou: o inconcebível universo."

Sebastião Miguel [membro do júri]

08/11/2011 18:54:26

Aleph: a origem do nome aleph é o desenho de um touro, ou aluf em hebraico antigo. normalmente simboliza o começo de algo. uma tartaruga não tem qualquer necessidade de viver em sociedade. o andarilho poderá ser o louco do tarô? ventos , folhas e insetos, aquecem o amor a beira de uma fogueira. a mulher- anima- é inexistente.

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado para postar comentários