Palavras

Paroles

Gilles Coulier
22min22s | Bélgica | 2010 | Ficção

Compartilhar

Adicionar à lista

Cotação
Clique nas estrelas para avaliar o filme:
URL:
Embed:

Sinopse

Encontros noturnos implicam um retorno. Um retorno que deveria tornar mais simples a partida.

Ficha técnica

direção Gilles Coulier
produção Gilles Coulier
edição Tim Debevere
roteiro Gilles Coulier
música Liesa Van der Aa
elenco Wim Willaert, Sam Louwyck, Gilles De Schryver, Angelo Tijssens

Sobre o diretor

Gilles Coulier

Gilles Coulier, diretor e roteirista belga, nasceu em outubro de 1986, e estudou Artes Audiovisuais na Faculdade de Arte e Design da Universidade Sint-Lukas, em Bruxelas. Em seu terceiro ano de graduação, Coullier realizou o curta-metragem ?Iceland?, que foi selecionado para a mostra ?Cinefondation? do Festival de Cinema de Cannes de 2010. Coullier está concluindo em 2011 seu curso universitário, e trabalha atualmente em seu primeiro longa-metragem, além de participar da elaboração de comerciais e videoclipes.

Veja outros

In My Opinion

Assista ao vídeo

15 Summers Later

Assista ao vídeo

Good Bye Mandima

Assista ao vídeo

The Midge

Assista ao vídeo

Rural Preterit

Assista ao vídeo

Comentários

Roberto Moreira dos Santos Cruz [membro do júri]

09/01/2012 00:55:24

Palavras: os atores tomam a cena! narrativa no tempo certo. sem exageros ou muitas explicações. muito bom.

Marta Biavaschi [membro do júri]

08/01/2012 20:40:36

Palavras: dois irmãos, como na metáfora citada no filme - dois peixes especiais que saem do rumo traçado pelo cardume geral dos peixes nos movimentos da águas biográficas sociais e banias do cotidiano para seguirem seus próprios caminhos, suas próprias escolhas, respeitando-se e apoiando-se na afeto falhado.

karla guerra [membro do júri]

07/01/2012 15:59:43

Palavras: personagens fortes, uma direção impecável e uma fotografia em tons pastéis que suaviza o peso da história. meu preferido até agora! e pensar que o diretor, que também é responsável pelo roteiro, com bons diálogos e pausas no tempo certo, tem só 25 anos! fico me perguntando o que virá depois.

Gustavo Santos [membro do júri]

07/01/2012 00:40:21

Palavras: o absurdo delicadamente inserido no cotidiano. histórias sem passado e sem futuro. bem bom !

Gustavo Santos

07/01/2012 00:33:48

Palavras: o absurdo delicadamente inserido no cotidiano. histórias sem passado e sem futuro. bem bom !

Paulinho Saturnino Figueiredo [membro do júri]

05/01/2012 19:06:43

Palavras: fantástico! emocionante! mostra da incrível vocação belga, aqui em seu lado flamengo, para burilar imagens e argumentos. belo argumento, belo roteiro, interpretações e direção extraordinários. tudo de bom! maturidade de um cineasta de 25 anos. ouviremos falar desse cara.

Bruno Morais [membro do júri]

04/01/2012 14:45:33

Palavras: excelente! os personagens, a fotografia, os diálogos !!! vale a pena assistir!!!

Renata Martins [membro do júri]

03/01/2012 17:55:37

Palavras: perfeita sintonia entre elenco e direção. ritmo elegante e mtas vezes engraçado,inusitado.

Cristiane Mesquita [membro do júri]

27/12/2011 14:50:59

Palavras: surpreendente elegia sobre o improvável. atores incríveis e diálogos impagáveis. maravilhoso!

Sávio Leite [membro do júri]

25/12/2011 14:28:50

Palavras: um enigma sem solução. duas vidas sem m destino muito claro. uma narrativa longe de ser piegas. arte através das impossibilidades.

Elisa Resende [membro do júri]

18/12/2011 21:01:52

Palavras: boa direção. bons atores. personagens inusitadas. o filme possui um ar de sobriedade, no entanto, é muito engraçado. há esse jogo. é interessante essa duplicidade.

Valdy Lopes [membro do júri]

13/12/2011 16:09:56

Palavras: personagens muito bem construídos pelos atores e pela direção! uma monocromia visual bem interessante!

Cássio Brasil [membro do júri]

29/11/2011 14:34:03

Palavras: engraçado! mutio bom !!!!

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado para postar comentários