O Jovem Drácula

Young Dracula

Alfred Seccombe
15min30s | EUA | 2010 | Ficção

Compartilhar

Adicionar à lista

Cotação
Clique nas estrelas para avaliar o filme:
URL:
Embed:

Sinopse

Durante uma excursão de jovens para o campo, Metz escapa pelo meio das árvores. Uma noite, com uma estranha família, o espera.

Ficha técnica

direção Alfred Seccombe
produção Conall Jones
edição n/a
roteiro n/a
música n/a
elenco SuChin Pak, Kyle Field

Sobre o diretor

Alfred Seccombe

Alf Seccombe nasceu em Carmel Valley, no estado americano da Califórnia. Após concluir seus estudos na Universidade da Califórnia, Seccombe mudou-se em 2005 para a Romênia, onde contou com a orientação do diretor Catalin Mitulescu e do produtor In-Ah Lee. Em 2009, ele concluiu seu mestrado em Artes pela Universidade Columbia. Filmografia: 2005 | Ringo. 2009 | Southbound.

Veja outros

Paroles

Assista ao vídeo

Exercise

Assista ao vídeo

Taba

Assista ao vídeo

Hohenpeissenberg

Assista ao vídeo

Light

Assista ao vídeo

Comentários

Macau Amaral [membro do júri]

07/01/2012 22:39:38

O Jovem Drácula: o curta é bem feito. o jovem vampiro errante segue seu caminho...

Marcelo Bressanin [membro do júri]

07/01/2012 15:44:19

O Jovem Drácula: uma boa leitura da solidão adolescente. o jovem vampiro é uma boa metáfora. sensível, poético, bacana.

Lucas Bambozzi [membro do júri]

06/01/2012 13:41:15

O Jovem Drácula: piloto prum longa é otima definicao do roberto. deacordo. mas funciona bem em muitos momentos.

Paulinho Saturnino Figueiredo [membro do júri]

05/01/2012 18:35:48

O Jovem Drácula: filme bonito, feito com apuro, sonorização bacana e boas interpretações. um clima que vai, de súbito, do meio soturno ao solar, como se na crônica de um inverno. o menino enfrenta as adversidades dos relacionamentos humanos indo da fantasia ao real, do dia à noite, e da noite a um novo dia. e fico com o enigma das mulheres ausentes na sequência final.

Marcus Bastos [membro do júri]

05/01/2012 17:47:31

O Jovem Drácula: um filme de situações bem construídas (a apresentação de metz na van, o momento em que ele e a garota estabelecem cumplicidade, o final que recoloca sua relação com o personagem adulto). mas isso não é suficiente para um resultado final para além do tecnicamente bem realizado.

Francisco Cesar Filho [membro do júri]

05/01/2012 12:38:50

O Jovem Drácula: apurado tecnicamente e caretinha na narrativa, tem certas qualidades na apreensão juvenil, feita com sensibilidade; mas não vai muito longe...

Roberto Moreira dos Santos Cruz [membro do júri]

03/01/2012 12:48:19

O Jovem Drácula: filme de diálogos truncados que acabam desmerecendo os personagens... parece um piloto para um longa...

Roberto Moreira dos Santos Cruz [membro do júri]

03/01/2012 12:47:01

O Jovem Drácula: achei um pouco truncado. os diálogos ficam "no ar" e tornam os personagens desinteressantes nas situações que se sucedem... parece um piloto para um longa...

Adriana Franca [membro do júri]

02/01/2012 23:37:48

O Jovem Drácula: alfred seccombe resolveu muito bem este roteiro, em curto espaço de tempo. o jovem drácula ao final, com os dentes no bolso, é um belo garoto, interessado e interessante. muito bem realizado.

Sávio Leite [membro do júri]

23/12/2011 14:58:41

O Jovem Drácula: história narrativa clássica que parece que vai por um caminho mais sinuoso mas fica mesmo numa historia de aceitacao sem nenhum ganho maior

Roberta Canuto [membro do júri]

18/12/2011 00:03:53

O Jovem Drácula: filme delicado um pequeño poema a la walt withman bonito

Elisa Resende [membro do júri]

04/12/2011 14:29:11

O Jovem Drácula: bem produzido. boa música. há uma atmosfera de tensão que acompanha o garoto metz e que se desfaz na medida em que o garoto se relaciona com os desconhecidos. o filme é bem sucedido no desafio de mostrar em poucos minutos a transformação que se dá dentro da personagem principal.

Cássio Brasil [membro do júri]

28/11/2011 17:33:39

O Jovem Drácula: um filme muito bem realizado. tem uma narrativa, que como na vida, aponta uma gravidade eminente e na maioria das vezes não é tão grave assim, se dissolve no contexto e na relação com o mundo e com os outros. uma difícil tarefa que o diretor dá conta direitinho.

Tête Tavares [membro do júri]

09/11/2011 14:09:36

O Jovem Drácula: em uma entrevista, o diretor alf seccombe disse que, nesse filme, sua intenção era olhar para um momento específico na vida de quase todos nós: quando nos damos conta de como as pessoas nos vêem, qual é a imagem que projetamos para o mundo. isso fica bem evidente quando metz pergunta: "ninguém nunca mexeu com você?". é a partir daí que vemos que aquele garoto deslocado, cujos dentes (falsos) de vampiro evidenciam a inocência típica do início da puberdade, começa a dar passos mais firmes. apesar do tema "bullying" estar um pouco batido, é importante notar a forma sutil em que os conflitos internos do personagem principal aparecem na tela.

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado para postar comentários